Post Page Advertisement [Top]


Para quem não me conhece, eu sou Ruan Majesa, tenho 21 anos e sou um estudante de Psicologia e fundador do Rujam Project. Ano passado fiz duas viagens missionárias para Vitória - ES e para Divinésia - MG. Esse ano desejo trabalhar com crianças e jovens que têm seus direitos violados (abuso, desnutrição, negligência, entre outros).

O lugar para onde eu vou está passando por momentos complicados em sua história, pesquisas apontam que nunca foi tão difícil a entrada de missionários no país do México. A perseguição sempre esteve presente no país, todavia antes a era escrachada e por isso havia ferramentas para combatê-la, mas agora está disfarçada em leis. Hoje, o México é um Estado secular com liberdade de consciência e prática da religião. Nenhum missionário estrangeiro é oficialmente permitido, mas diversos missionários estão entrando no país através do "Trabalho Voluntário". A verdade é que o catolicismo é bem forte no solo mexicano. O problema é que com as seitas que crescem de forma assustadora misturadas a muito sincretismo religioso tem confundindo os ensinamentos cristãos.

Por causa desses e de outros fatores o México ocupa do 39º lugar na Lista Mundial da Perseguição (Portas Abertas - 2019). Posição essa que vem subindo a cada ano que passa. Segundo a igreja no país, a indiferença do Estado está colaborando para que aumente o número de crimes contra cristãos.

Portanto, o motivo da perseguição não é necessariamente uma questão de crença ou uma luta contra o cristianismo em si, mas uma forma de evitar que os cristãos atrapalhem o crescimento do tráfico de drogas no país e a interferência no "controle social" por parte do estado.

O QUE EU VOU FAZER?

Por conta da pobreza e da desigualdade o México possui diversas ONGs que desempenham trabalhos locais e voluntários para resolução de problemas em diversas áreas. Por ser um país que não permite a entrada de missionários e proíbe a evangelização, decidi optar por entrar no país como Voluntário de uma dessas ONGs e oferecer meus serviços como estudante de Psicologia, para o tratamento de Crianças e Adolescentes vítimas de problemáticas sociais, ou seja, violência, pobreza, etc.

A instituição pela qual estarei entrando no país é a AIESEC que é uma corporação espalhada pelo mundo inteiro que trabalha em parceria com a UNICEF (instituição da ONU) para a redução das desigualdades e na luta pelos Direito Humanos. Através dessa ONG poderei entrar no país e desenvolver um projeto voluntário na Ciudad do México.


COMO AJUDAR?

Sabemos que a oração é capaz de movimentar reinos, estabelecer novos decretos e modificar estruturas. Portanto, antes de qualquer coisa. Eu conto com suas ORAÇÕES DIARIAMENTE.

Agora, além de orar sabemos que nesse mundo as coisas se movimentam através de dinheiro. E realizar um projeto como esse demanda recursos. Por isso conto com sua ajuda para levantar os recursos para o mesmo. No básico do básico precisaremos de R$ 7.000 para estar realizando o projeto. Digo no básico, porque neste valor está incluso apenas as passagens e o valor cobrado pela ONG que irá me acolher no local. Mas se tão somente eu tiver isso já estarei bem, rsrs. Para comer e demais coisas a gente se vira. Mas creio que aquele que começou a boa obra é fiel e poderoso para cumprir e realizar muito além do que planejamos.

Conto com sua contribuição e com sua oração. Deus abençoe!

Para Contribuições

BANCO SANTANDER
AG. 4439
C.C. 01.067805.9
RUAN JESUS SANTOS MARINHO

Ou também pelo Paypal (Boleto ou Cartão de Crédito)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é extremamente importante, Comente!