Post Page Advertisement [Top]


Graça e Paz.
Hoje, há uma incrível reflexão do Pastor John Piper que o Espírito Santo gostaria que vocês lessem. Se trata de 6 formas pelas quais Jesus combateu a depressão.

Quando estamos passando por momentos dolorosos, temos a acreditar que Jesus não conhece essa dor por ter sido um homem santo sobre a terra. Mas Ele não só conhece todas as dores, como venceu todas elas afim de nos deixar o exemplo para os dias de hoje, porque Ele já sabia que precisaríamos.

Então acompanhem com atenção cada passo e vejam que a solução existe e ela vai além de remédios e médicos que tratam o físico. Ela pode curar a alma.
Eu realmente oro para que vocês sejam abençoados e vençam este mal, como milhões de pessoas já fizeram seguindo os passos de Jesus.
Fiquem com o texto...

Versículo base:
“E, levando consigo a Pedro e aos dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se.” (Mateus 26.37)

Havia várias táticas na batalha estratégica de Jesus contra o desânimo:

1. Ele escolheu alguns amigos próximos para estar com ele:Levando consigo a Pedro e aos dois filhos de Zebedeu” (Mateus 26.37).

2. Ele abriu a sua alma para eles. Ele lhes disse: “A minha alma está profundamente triste até à morte” (Mateus 26.38).

3. Ele pediu a sua intercessão e companheirismo na batalha: “Ficai aqui e vigiai comigo” (Mateus 26.38).

4. Ele derramou o seu coração ao Pai em oração: “Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice!” (Mateus 26.39).

Publicidade:

5. Ele descansou a sua alma na soberana sabedoria de Deus: “Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres” (Mateus 26.39).

6. Ele fixou o seu olhar na gloriosa graça futura que o esperava do outro lado da cruz: “Em troca da alegria que lhe estava proposta, [ele] suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus” (Hebreus 12.2). 

Quando ocorrer algo em sua vida que pareça ameaçar seu futuro, lembre-se disso: As primeiras oscilações da bomba não são pecado. O perigo real é ceder a elas, entregar-se, não iniciar nenhuma luta espiritual. E a raiz dessa rendição é a incredulidade: um fracasso em lutar pela fé na graça futura; um fracasso em estimar tudo o que Deus promete ser para nós em Jesus.

Jesus nos mostra outro caminho – Não sem dor, nem passivo. Siga-o! Encontre seus amigos espirituais e confiáveis. Abra sua alma para eles. Peça-lhes que vigiem e orem com você. Derrame a sua alma ao Pai. Descanse na soberana sabedoria de Deus. E fixe os seus olhos na alegria que está diante de você, nas preciosas e magníficas promessas de Deus para seu futuro.

– John Piper | Devocional Alegria Inabalável. Via: Donzela Reformada (No Facebook)



2 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!