Post Page Advertisement [Top]


É engraçado as vezes como Deus fala com  a gente, não é? Bom, pelo menos algumas das minhas experiências com Ele são de certa forma carregada de uma dose de comédia, o que me faz acreditar que Deus realmente é um cara bem humorado, mesmo que seja pra te dar um puxão de orelha ou um sacode pra vida, Ele tem um jeitinho todo especial de te fazer rir e te dar a maior lição da vida logo em seguida, e esse é apenas um dos muitos motivos que me faz o amar ainda mais.

Em um desses casos engraçados/sacodes pra vida, Deus me fez chegar a uma estranha, engraçada, porém verdadeira conclusão: Somos todos elefantes!

Quando eu era criança, eu gostava de assistir desenhos, um deles era o Tom & Jerry. O famoso gato e rato que viviam se perseguindo e aprontando um com o outro, e foi justamente através de um episódio que Deus falou comigo, era um em que se passava em um zoológico, no meio de uma das perseguições, Jerry, o rato, acabava entrando pra se esconder na jaula do elefante, e o elefante entrava em pânico, ele corria desesperado, se agarrava na jaula e chorava. Eu no meio dos meus 7/8 anos nunca entendia porque um elefante daquele tamanho tinha medo de um rato que era menos da metade do tamanho da pata dele, eu ficava realmente inconformada com isso, não tinha explicação, bastava um pisão no pequeno rato que ele já era ou então um chute sem nem muito esforço e ele voaria para o outro lado do continente, mas acontece que o elefante não fazia isso, ele nem ao menos tentava, ele apenas continuava desesperado, se agarrando em qualquer coisa que pudesse.

Publicidade:



E essa cena do desenho que ficou se repetindo na minha cabeça enquanto eu estava em um ônibus voltando da faculdade.



Foi exatamente com essa história e desse jeito bem louco que eu tive uma das minhas aulas mais lindas com Deus. Foi como me sentar em uma cadeira e ouvir um professor falando, mas o professor mais sábio que eu poderia ter e Ele me disse que assim como o elefante que é tão maior, se treme de medo do rato que é tão insignificante diante do tamanho dele, assim é você. Você é aquele elefante bobo que te irritava na infância, aquele que mesmo tendo a força necessária pra pisar e esmagar o rato, na verdade chora, se agarra em algo e entra em desespero. Você é aquela a quem eu dei a força, o poder e a unção necessária pra esmagar qualquer inimigo, mas que sempre que se vê na frente dele, não pensa duas vezes antes de subir em algo e pedir socorro. Você é aquilo que mais te irritava, o alguém que pode fazer algo, mas não faz, e não faz porque na verdade não sabe que pode. Você já ouviu falar que pode, de certa forma até acredita, mas não crê com todo o seu entendimento nisso. E é só isso que falta, saber quem você é. Você é um elefante, não precisa ter medo de ratos.

A realidade dessa mensagem foi tão forte e impactante que eu fiquei sem saber o que dizer, perceber isso foi algo incômodo e constrangedor, mas absolutamente necessário e hoje, eu te conto essa experiência na esperança de que se você ainda não entendeu realmente isso, que de certa forma essa experiência possa te ajudar a entender que... Nós somos o elefante.

Nós temos a força e o poder pra vencer o rato, não precisamos subir em bancos desesperados, não precisamos nos agarrar a grade e chorar com medo. Nós já temos o que precisamos. A nós foi dada a força necessária para vencer esse rato insignificante.

 “Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada, absolutamente, vos causará dano.”
Lucas 10:19

Um comentário:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!