Post Page Advertisement [Top]


Como deixar de ser boba? (trouxa) Esta pergunta vem sendo muito frequente no meio feminino cristão. A busca por ser uma moça protestante tem se tornado confusa, mas ela nada tem haver com humilhação ou exploração. 

Para toda sede existe água. Para toda fome existe alimento, para a desnutrição o soro e assim por diante. A resposta então para essa pergunta é uma estratégia que costumo dizer funcionar para praticamente todos os dilemas de nossa vida. Conciste em uma auto análise sincera para encontrar o motivo que lhe faz ser boba perante a sociedade ou alguém, o real porquê. Pois, acredito que ninguém é assim, porque ama. A estratégia então é conhecer o problema, pois uma vez sabendo quem ele é, pode-se encontrar a solução.

Embora possa ser vários os motivos e cabe a cada uma analisar, separei três coisas que geralmente nos levam a sermos bobas. A primeira é a personalidade. É realmente verdade que algumas características são hereditárias. Talvez uma postura humilde e muito mansa dos pais, tenha passado à filha. E isso até mesmo por questão de criação e não apenas de sangue. Alguém criado em um lar que sempre lhe ensinou a nunca revidar e a sempre ser prestativo ou que sempre lhe infligiu medo, pode ter desenvolvido uma personalidade frágil, capaz de nunca dizer não às pessoas. Está pessoa diante do mercado de trabalho por exemplo, pode ser facilmente rotulada de uma “faz tudo”. 

A carência é outro ponto, mais comum e mais perigoso. Ela leva alguém a depender desesperadamente pela aprovação das pessoas que ama ao seu redor. Fazendo então tudo o possível para agrada-los: esforçando-se ao máximo, se sabotando as vezes e até fazendo o que não pode fazer só para alegrar os demais. E eles — por serem seres humanos — aproveitam desta fraqueza. Inclusive, já conheci pessoas que se sobrecarregavam de favores e levantavam a mão para aceita-los antes de qualquer um, só para agradar. E depois então que tudo estava pronto, caiam em profunda tristeza alegando serem exemplorados pelos outros, quando na verdade eles próprios faziam isso consigo mesmo. Vê até que ponto a carência pode nos levar?

Publicidade:

Por último a má compreensão da Palavra já levou muitas cristãs a serem bobas. Jesus já bem disse uma vez que “o povo erra por não conhecer as Escrituras.” (Mateus 22:29). O cristianismo não tem haver com exploração. Uma moça que não conhece a Palavra, pôde entender que tem de ser sempre boba por ser cristã, embora piedade e mansidão não estarem relacionadas a isso. 
A verdade é que ela não precisa aceitar toda semana, alguém que a trai todos os dias. Ela não precisa apanhar fisicamente porque o ama. Ela pode procurar seus direitos se alguém a agredir no meio da rua e ela também pode ser firme em sua palavra quando o assunto é ser mãe da casa. Ela deve fazer muitas coisas, mas não faz, por confundir servidão com escravidão. 

Mas, a boa notícia é que todos os problemas possuem solução. A mesma solução aliás. Não é fanatismo ou qualquer outra coisa mas, realmente a solução para todos os dilemas estão em Deus e se você não acredita nesta verdade, você deve enfrentar a vida com grande dificuldade! Vamos ver como Deus está relacionado com a solução deste três exemplos dados? 

Na questão da genética, Davi quando certa vez estava orando, ele compreendeu que não havia avanço a respeito de seus problemas de caráter pois, uma vez limpo, sua natureza humana o inclinava a cometer o mesmo erro novamente. Por isso, Ele pediu a Deus a troca de seu coração. Não o concerto, mas um coração novo (Salmos 51:10). Ou seja: a recreação de suas intenções. Nunca mais depois disto vemos na Bíblia qualquer erro grave de Davi como o de adultério e assassinato novamente, creio que sua oração foi atendida! 
Temos de entender que o Evangelho não está baseado no que nós podemos fazer, mas sim no que Deus pode. Ele realmente organiza uma recreação em nosso ser. Foi o que Jesus explicou a Nicodemos, quando disse a respeito do homem ter que "nascer de novo" (João 3:7). Buscar constantemente uma mudança interior e de caráter perante a Ele todos os dias em oração, enquanto se dedica no estudo Palavra, realmente funciona. O medo de dizer não aos abusivos, aos poucos vai sendo extirpardos a medida que você vai vivendo um relacionamento com Deus.
Já para a carência, é necessário uma mudança de foco. Quando você muda o foco das pessoas e passa a coloca-lo em Deus, em sua forma de agir também ocorre uma mudança. Agradar as pessoas é um fardo pesado demais para carregar. Mas quando é feito “a troca”, quando aceitamos o fardo de agradar a Deus e servi-lo antes dos outros, os ombros descansam. 
Quando uma moça compreende quem Deus é realmente e compreende melhor seu amor por ela, isso lhe confere valor e implorar a companhia de um humano, passa não fazer mais tanto sentido. Amar e ser amada de volta, realmente muda a vida de uma mulher!

Por isso o conhecimento é tão importante, inclusive é a solução para o terceiro problema: A má compreensão da Palavra. O engano que leva uma moça a pensar que por ter aceitado a Cristo, deve tolerar todo tipo de atitude abusiva. 
Quando Jesus disse que o povo erra por não conhecer as Escrituras, Ele também está dando o caminho a seguir. Busque o conhecimento! Procure hávida por seminários e palestras. Troque um pouco os livros de ficção da prateleira por estudos Bíblicos. Torne-se amiga da teologia e busque por madrugadas de oração. O conhecimento da verdade liberta! 

Então, hoje analise o motivo que te leva a ter vergonha de si mesma por ser sempre uma boba, trate isso em Deus e tenha certeza que nenhum sentimento, personalidade ou condição, justifica a escravidão de uma filha, que já foi liberta uma vez na cruz pelo seu Senhor — Você tem realmente um grande valor! 

“Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.”  (1 Coríntios 6:19-20)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é extremamente importante, Comente!