Post Page Advertisement [Top]


Paz e Graça!
Hoje venho perguntar, na intenção de que cada uma pergunte a si mesma...
Quando nos arrumamos, a quem nos preocupamos em agradar?
É importante não perdemos o foco em tudo que fazemos, inclusive no vestuário e cuidados pessoais. Pois, são nestas áreas que brechas despercebidas podem ser deixadas. E basta apenas uma delas, para que uma bagunça possa ser feita pelo adversário em nosso ser...

Uma mulher casada por exemplo, não é errado que se arrume exteriormente para seu cônjuge, desde que isso não seja acima de sua preocupação em agradar a Deus. Mas, se sua preocupação, mesmo que de forma inconsciente (porque isto acontece), for para agradar alguém além de Cristo e seu cônjuge... para conseguir algo... para ostentar por despeito ou para humilhar um outro alguém.... Nisto há erro e verdadeira vaidade! Ela não é simplesmente o ato de um homem ou mulher se enfeitar exteriormente, mas é “ô porquê” de fazer isto.

Há algumas, que se endividam para obterem um produto ou objeto, apenas na intenção de mostrar à outra irmã do ensaio, que enfim o tem, sem de fato necessitar dele. Há outras, que só se enfeitam porque no íntimo espera mais que tudo a aprovação de alguém, e quando ela não vem, vai então a vontade de se enfeitar também. Isto é muito grave!
Uma coisa é você passar “uma base” porque sua pele precisa de hidratação ou pequenas correções de manchas solares, e outra bem diferente é passa-la na aflição de ter a pele como uma outra moça que tem algo (ou alguém) que você deseja. Esta “base” utilizada como exemplo, pode ser substituída por um carro, uma bolsa nova, um móvel, ou um novo penteado... a pergunta não é o quê, mas sim ô porquê.

Todo ser humano é como uma máquina, só que de ossos e pele, e necessita de um combustível para se sentir vivo. E se, o seu combustível não for Cristo e o Reino, há algo de muito errado moça! Porque assim, você estará disposta a ser, adquirir, vestir e fazer qualquer coisa – até mesmo desagradar a Ele. E isto, é o começo do fim minha irmã.
Já bem nos instruiu o Apóstolo Paulo uma vez quando deixou escrito, pela inspiração do Espírito:
Portanto, vede prudentemente como andais, não como nécios, mas como sábios...” (Efésios 5:15)
Que Cristo lhe guie e seja seu motivo maior!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é extremamente importante, Comente!