Post Page Advertisement [Top]


Quem cresceu na igreja sabe praticamente de cor a história de Daniel na cova dos leões, ou pelo menos era pra saber, rsrs.

Resumidamente, os príncipes e autoridades do governo de Dario queriam achar uma maneira de “penalizar” Daniel mas não encontravam, pois ele era tão fiel a Deus que não tinha um erro sequer pra poder usar contra ele. O que fizeram? Convenceram o rei a assinar um decreto onde NINGUÉM poderia adorar outro deus, exceto o Rei (isso mesmo, o Rei seria o deus deles). E ainda nada nem ninguém poderia revogar esse decreto. O rei, “inocentemente” assinou, sem saber que isso traria consequências para Daniel, que mesmo com o decreto continuava adorando a Deus três vezes por dia. O pegaram no flagra, e “deduraram” ao rei. Parece até história de novela mexicana, né?

O versículo 14 do capítulo 6 de Daniel diz que o rei ficou muito triste por ter acontecido isso logo com Daniel e o queria livrar de alguma maneira. Como era um decreto que não podia voltar atrás, o rei apenas lamentou e disse a Daniel, no versículo 16: “o seu Deus, a quem você serve continuamente, que ele o livre”.

Vamos pensar um pouco: o rei, um cara que não tinha Deus no coração (não era convertido) disse isso pra Daniel devido ao testemunho que ele sempre dava sobre o Deus ao qual ele servia. Daniel não se misturava com o mundo; mesmo sob pressão não se rendia às regras que o mundo dizia ser melhores.

Infelizmente muitos que se dizem cristãos, não são assim. Na primeira oportunidade, sem pudor nenhum, nega sua fé para ser aceito ou incluído pelo mundo. Afinal, se você for um cristão que não bebe, não fuma, não vai a baladas, não consegue amigos, não é?! Não. Não é. Não faço nada disso e ainda assim tenho amigos. ☺

Seguindo a história, o rei jogou Daniel lá na cova dos leões. Depois de um tempo ele foi lá na portinha pra ver se estava tudo bem. Acho que ficou com medo de ter acontecido algo. Na minha opinião, se Daniel tivesse morrido naquela cova o rei não teria ficado em paz nunca mais. Então ele chama Daniel, que responde de lá da cova que está tudo bem. A maneira que o rei chamou Daniel, era como se estivesse “cobrando” o Deus dele, pra ver se realmente havia salvo a vida do seu servo. A resposta de Daniel foi fenomenal (pra mim é melhor parte do texto todo): “O meu Deus enviou o seu anjo e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem mal algum, porque fui considerado inocente diante dele. E também não cometi nenhum delito contra o senhor, ó rei”.

Daniel não tinha feito nada pra ser jogado lá. As autoridades do governo simplesmente não gostavam dele, e “xeretaram” seu quarto, e o encontraram orando ao Deus Vivo. Agora vem uma pergunta pra deixar com a pulga atrás da orelha: se o inimigo sondasse seu quarto, o que você estaria fazendo nele? Orando ao Deus Vivo, igual Daniel ou fazendo o que não deve e que desagrada a Deus, tipo pornografia (e tudo o que ela envolve), bebidas, drogas, ou simplesmente a falta do hábito de orar? Vamos mais longe ainda: se você fosse jogado na cova dos leões, Deus mandaria os anjos pra te salvar? Porque é muito fácil ficar cantarolando canções que dizem que Ele manda anjos pra lutar com a gente quando na verdade nossa vida com Deus não passa de fachada, não acha? Se seu relacionamento com ele é de fachada, lamento te dizer, mas não ia ter anjo nenhum não. Um relacionamento com Deus existe quando o coração está envolvido e quando você vive pra Ele e por Ele.

Concluindo, o rei tirou Daniel da cova, e jogou lá aqueles que o acusaram. Não só eles como também as esposas e filhos (que não tinham nada a ver com a história, diga-se de passagem). A Bíblia diz que eles mal entraram na cova e os leões já estraçalharam o corpo deles e moeram os ossos. Ao final, o rei emitiu um comunicado oficial para o reino, a fim de que TODOS adorassem somente ao Deus de Daniel. Os versículos 25 a 27 dizem que o rei escreveu: “Faço um decreto pelo qual, em todo o domínio do meu reino, todos tremam e temam diante do Deus de Daniel. Porque ele é o Deus vivo e permanece para sempre. O seu reino não será destruído, e o seu domínio não terá fim. Ele livra, salva, e faz sinais e maravilhas no céu e na terra. Foi ele quem livrou Daniel do poder dos leões”.
Você já imaginou um rei emitir um decreto por causa de um testemunho de alguém?! Se fosse você no lugar de Daniel, analisando sua vida hoje: como estaria sua vida? As pessoas olhariam pra você e seriam capazes de crer que o seu Deus te livraria da cova dos leões? Pense nisso! O Deus de Daniel, é o Deus Vivo que te criou e te quer para um relacionamento de verdade com Ele, e não apenas de fachada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é extremamente importante, Comente!