Post Page Advertisement [Top]


- Olá Lucy, como você está?
- Oie Ana, estou bem, um pouco ansiosa, estão dizendo que está chegando a época em que vou me tornar mulher.
- Ah fica tranquila, não é nada demais, espero que seu fluxo venha junto com o meu para irmos pro arraial juntas
- É verdade, seria legal.

Lá estava Lucy com aproximadamente 12 à 14 anos vivendo sua vida normal, mas essa vida estava prestes a ser totalmente transformada. Nesse dia, Lucy foi para sua casa depois dos ensinamentos no templo, chegando lá deu um beijo em sua mãe, e foi para seu quarto, seu pai ainda não tinha chegado do trabalho (ele trabalhava na carpintaria da esquina).

Lucy estava deitada em sua cama quando ouviu o barulho da porta e das ferramentas de seu pai caindo no cesto que havia logo na entrada. Ela se levanta vai ao encontro do pai, da-lhe um beijo e vai preparar a mesa do jantar com sua mãe. Quando todos estão na mesa, Lucy sente algo estranho, começa a sentir dentro dela algo que nunca tinha sentido. Lembrando-se do que todos tinham dito, ela vira para a mãe e fala: "Mãe acho que está acontecendo". A mãe preocupada pergunta: "Tem certeza filha?", "Não sei mãe, só sei que nunca senti isso".

Então de repente ela olha para baixo e uma mancha vermelha aparece em suas roupas. Rapidamente sua mãe e seu pai arrumam suas coisas, saem com ela no meio da noite e a leva para o Arraial. Mesmo assustada ela mantém a tranquilidade e vai, desde pequena foi ensinada sobre os mandamentos de Moisés e sabia que chegara o momento de cumprir mais uma das leis.

Eles chegam no arraial e deixando Lucy lá se despedem. Ela deveria ficar cerca de 7 dias, e depois retornariam para busca-la. Mas essa história não foi assim. Lucy não ficou 7 dias, mas sim 12 anos.

Dentro do arraial Lucy tinha contato apenas com as outras mulheres que estavam lá, elas não podiam sair de lá, pois não podiam tocar em nada e nem ninguém, porque nesse período eram consideradas impuras e tudo que tocassem também se tornaria impuro. Mas passando 7 dias suas amigas, começam a sair de lá, as mulheres vão embora, mas ela tem que ficar, porque seu fluxo não parou. Os pais de Lucy aparecem na porta do arraial para receber de volta a filha, mas dizem para eles que ela não poderá sair até que cesse o sangramento.

Passou-se mais alguns dias e nada, começaram então a solicitar médicos para estudarem o caso, e esses começaram a trazer sabonetes e ervas para ela. Mas nada estava adiantando e Lucy fica presa lá dentro 1, 2, 3, 4, 5 anos. Todos os meses suas amigas retornavam ficavam cerca de 1 semana e iam embora, e ela continua por lá.

Certa vez sua amiga Ana chega no arraial, com a notícia de que iria casar, todas as preparações já estavam feitas e queria muito que Lucy fosse sua madrinha, mas lamentava por isso não ser possível naquele momento.

Passam-se mais alguns anos, e a vida de Lucy não muda, tudo a sua volta avança, suas amigas, casam, começam a ter filhos, começam a formar suas famílias, mas ela está privada disso tudo, condicionada a viver uma vida no arraial isolada do mundo, recebendo apenas as notícias do mundo lá fora, pelas suas amigas que retornavam uma vez no mês.

Você consegue entender que o problema de Lucy é muito maior que um fluxo de sangue? O seu coração, seus sentimentos, seus sonhos e ambições estavam sendo destruídos cada dia a mais que ela ficava presa naquele lugar. 

De repente se passara 10 anos e Lucy estava lá quando lhe chega uma terrível notícia, seu pai havia falecido, mas ela não poderia ir nem ao enterro, nem ver o corpo, fazia 10 anos que ela não o tocava, e nem na hora de sua morte ela poderia.

Com o coração totalmente dilacerado com as esperanças acabadas passam-se 12 anos que Lucy estava lá, quando o dinheiro também começa a acabar, com a morte de seu pai, ficara difícil continuar pagando os médicos. E a última chance que ela tinha de sair dali também acaba.

Mas Lucy apenas achava que essa era sua última chance...

- Lucy, você não vai acreditar, tenho uma notícia incrível!
- Chega Ana, eu já estou cansada, não quero saber mais das coisas do mundo la fora, se nunca mais vou poder vê-lo.
- Não amiga, essa notícia pode te tirar daqui.
- Como assim garota, já se for um novo médio, não adianta eu não tenho mais dinheiro.
- Lucy, deixa eu falar?
- Ta bem, fale.
- Lucy, disseram que tem um homem vindo de Nazaré que está fazendo grandes milagres e curando várias pessoas.
- Como assim amiga? Mas com que autoridade ele faz essas coisas?
- Estão dizendo que Ele é o Messias, o filho de Deus. Você lembra do João que estudava com a gente no templo e era cego?
- Lembro sim, que tem ele?
- Esse homem o curou. Dizem que esse homem chamado Jesus, cuspiu no chão, fez lama passou em seus olhos e quando ele se lavou ele passou a enxergar.
- Amiga eu preciso encontrar esse homem, Ele é minha última esperança.
- Mas Lucy ninguém pode te ver, você não pode tocar em ninguém e ainda tem que dar um jeito de sair daqui.
- Ana, de uma coisa eu tenho certeza "Se tão somente eu tocar nas vestes desse homem eu serei curada".

Desesperadamente, Ana ajuda a sua amiga a fugir do arraial. Lucy sai pela cidade a procura de Jesus, mas ela nunca o viu, não podia perguntar a ninguém sobre ele, não podia falar com ninguém, não podia nem ser vista. Então ela só segue uma dica de sua amiga, ela procura a multidão. Andando pelas ruas ela vê uma grande movimentação e vai até ela, mas como chegar em Jesus? Na verdade como descobrir quem era Jesus?

Lucy fica no meio da multidão por um tempo a fim de descobrir quem era Jesus, até que um homem chamado Jairo chega correndo se ajoelha diante dele e diz: "Minha filha acaba de morrer. Vem e impõe a tua mão sobre ela, e ela viverá". Jairo acaba de apontar para Lucy quem era Jesus. E ela estreita-se na multidão e sorrateiramente toca na orla do manto de Jesus. Mas como o plano já estava todo orquestrado pelo criador do universo. Jesus sente que dEle saiu poder e diz: Alguém me tocou.

Mesmo diante de todos que o tocavam e o oprimiam Ele sentiu o toque daquela mulher, porque enquanto todos apertavam-no ela fez a diferença e tocou no que ninguém tinha tocado ainda. Tocou em seu manto. Ela então se manifesta na multidão e ele diz: A tua fé te salvou (Um paralelo: Lucy não só toca de maneira diferente como, a partir dela uma tendência é gerada, ninguém tocava na orla pra ser curado, após ela Marcos 6:56 diz que Jesus visitara povoados, cidades e campos, e todos pediam que apenas tocassem em suas vestes, o seu milagre, seu jeito de adorar, sua busca pode se tornar inspiração para outros).

Eu contei essa história para você dando nome aos personagens e abrindo mais o leque da imaginação para te dizer que o milagre começou muito antes do ato de cura que Jesus faz. Mas sim foi no arraial que as esperanças daquela mulher são renovadas após 12 anos serem destruídas. Jesus restaurou o fluxo da esperança em seu coração antes de restaurar o fluxo do sangue em seu corpo. Jesus no meio daquela multidão apenas consumou o milagre que já havia começado no arraial. Tudo porque aquela mulher estava disposta e acreditar em um novo amanhecer, em acreditar no filho de Deus e mesmo sem saber quem Ele era, Deus arquitetou um plano através de Jairo para apontar para ela a direção (abrindo um paralelo, sua dor hoje, pode estar apontando a direção para o milagre de outros).

Hoje é a sua chance, Jesus quer começar um milagre antes da cura. Jesus quer restaurar o fluxo de esperança dentro de você, renovar sua vida, trazer um novo fôlego, um novo ânimo, um novo motivo. Deixa Jesus ser o seu motivo. Abra o coração e tenha seus sonhos, planos, vida completa restaurada. Em nome de Jesus que hoje seja Restaurado o Fluxo da sua Esperança.

Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo. - Romanos 15:13

Graça e Paz.
Até mais galera.


Um comentário:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!