Post Page Advertisement [Top]


Em 1 Samuel 15:9 "e Saúl e o povo perdoaram a Agague, e ao melhor das suas ovelhas e das vacas, e as da segunda sorte, e aos cordeiros, e ao melhor que havia e não os quiseram destruir totalmente: porém a toda coisa vil e desprezível destruíram totalmente". Saul, se demonstra desobediente a Deus mais uma vez na batalha, mostrando quem realmente ele é, e não quem queria ser. Mostra que é maleável e se vende facilmente. Saul desejava muito continuar no trono sendo rei de Israel, ele queria ser algo que não era , e isso posto à prova , através da batalha , ele mostrou quem realmente é diante de Deus. Ou seja, um homem indigno e irresponsável, que não fazia questão de ouvir a Deus e a obedecer suas ordens. (1 Samuel 15;10 - 11.)

Deus sempre entregou seus inimigos e as batalhas na mão de Saul. Deus se agradava de Saul (1 Samuel 15;3.), Saul não surpreendia Deus, com atitudes de amor ao seu nome e respeito a sua reputação, por isso Deus se arrependeu de sua promessa e voltou atras do que tinha dito, tirando de Saul seu Espírito e o entregando a um garoto humilde , porém com atitudes grandiosas mesmo que em coisas simples. É aí que o pequeno Davi entra na história, se mostrando diferente de Saul, nas coisas simples, aonde não estava sendo visto por ninguém, mais aos olhos do Senhor ele agradou.! Davi, antes mesmo de saber de sua promessa, fez diferente de Saúl, honrando a Deus em sua primeira oportunidade , e assim a fez, não só honrando mais também surpreendendo Deus com sua atitude de tomar a frente da batalha com o gigante Golias para proteger o nome de Deus que estava sendo afrontado através do exército dos filisteus e seu favorito. Como assim surpreender Deus? Ele sabe todas as coisas não sabe ? Surpreender a Deus e fazer não somente aquilo que ele pede mais fazer além do desejo dele, e estar tão conectado ao espírito e ao pai que sem que ele abra a boca você saiba o desejo do seu coração. 

Por 39 dias esse homem se pois de pé e desafiou o exército do Deus vivo sem que alguém se colocasse a disposição a confiar em suas promessas e honrasse o nome de Deus. E entre todo esse tempo Davi estava lá , matando leão e urso , e valorizando as coisas pequenas que estava em suas mãos, mostrando quem ele era , aguardando apenas uma oportunidade de por para fora aquele algo valioso que Deus viu lá do céu. Ou seja, Davi já era um rei, tinha atitudes de um rei.

Enfim o grande dia da oportunidade chega, seu pai Jessé pede que ele vá até o arraial de batalha levar uns mantimentos a seus irmãos e assim que ele chega os soldados de Saul estavam se pondo de pé e em posição de peleja, quando Golias se levanta e pela última vez afronta o povo, porque enfim chegou um homem lá segundo o coração e as vontades de Deus, glória a Deus... 

Davi ao ouvir aquele homem gritando se sentiu ofendido por um homem sem aliança estar afrontando um povo que tinha pacto com o verdadeiro Deus, como você age quando problema grita alto? Foge fingindo que não é sua responsabilidade, ou se põe à disposição do grande Rei? E perguntou aos soldados oque o rei daria ao que derrotasse. Ele estava disposto a fazer a obra, não só por interesse , mais por saber que honrar a Deus atrai benção. Até que seu irmão chega e o repreende com irá, dizendo que conhecia sua maldade e seu desejo pela guerra. Essa atitude foi apenas uma confirmação daquilo que estava prestes a se aflorar, Eliabe dizendo isso só mostrou que o pequeno Davi já levava jeito para guerra, e que suas mãos já estavam com sangue de vitórias antigas, porém não vistas.

E lá está Davi, com sua funda e suas pedras, diante do gigante que era lutador desde menino, sendo amaldiçoado pelas suas palavras. Funda = fé e pedra = ação, sem esses dois atos Davi não venceria o gigante. E Davi apenas provou mais uma vez que Deus podia confiar nele, pois Davi surpreendeu Deus, com sua atitude sem que o Senhor ao menos pedisse, cê colocou a frente da batalha , e o gigante se levantou e correu ao seu encontro! E Davi , Correu do gigante ? Não! Ele foi para cima e com apenas uma pedra , atirou e a cravou na testa do gigante que em seguida caiu em terra morto! Devemos avançar com pressa e estarmos atentos para agir no momento certo. Davi ali poderia contar Vitoria, mais Ainda não... ele correu e pegou a própria espada do gigante e tirou sua cabeça fora, como símbolo de finalizar o problema da raiz e provar que a afronta de Golias ao povo de Deus foi o motivo de suas vergonhas e derrota.

Saul após isso viu que o Senhor era com Davi, e quis que casa-se com sua filha, porém Davi estava satisfeito com oque tinha , pois já estava aonde queria, fazendo oque gostava de fazer. Estava acomodado, satisfeito com oque tinha, não devemos ficar satisfeitos, temos que perguntar para Deus oque ele quer de nós e oque devemos fazer para Ele. Mais Deus tinha mais para ele, Deus queria o tornar rei do seu povo e no momento certo fez com que Davi virasse genro do rei, e inúmeras vezes Davi provou sua bravura e sua honestidade diante de Deus e até mesmo de seu agora inimigo Saul, até que enfim o Senhor o nomeou rei. Davi em meio a batalha cê mostrou corajoso e obediente a Deus, diferente de Saul que com sua fama toda pensava apenas em si mesmo sem ouvir a Deus. Davi foi quem ele era, O seu chamado se despertou e saiu para fora o tornando segundo coração de Deus e um dos homens mais conhecidos da Bíblia, por apenas estar disposto a servir e a surpreender Deus com sua confiança nEle.

Devemos estar atentos aos sinais do Senhor, e obedecermos mesmo no anonimato, pois ele está nos olhando e na hora certa nos permitirá demonstrar o amor que temos por ele e o respeito e zelo que temos pelo seu nome. Vamos honrar a confiança que ele depositou em nós, vamos amá-lo como ele nos amou, e fazer com que todos vejam, até mesmo nossos inimigos o Deus grandioso que temos. Amem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é extremamente importante, Comente!